ABIH Nacional teme impacto nas viagens nacionais com a cobrança de bagagens

noticia impacto

Apesar de compreender que essa é uma tendência mundial, a liberação na cobrança de bagagens por parte das empresas aéreas pode prejudicar ainda mais o fluxo de turistas que viajam a lazer pelo país afetando os setores que integram a cadeia produtiva do turismo, entre elas a hotelaria. Essa é a opinião do presidente da ABIH Nacional, Dilson Jatahy ao comentar sobre a decisão da justiça em liberar a cobrança, que estava suspensa até o final do mês passado.

“A questão que nos preocupa é que todo tipo de mudança deste gênero pode intimidar ainda mais as pessoas que não têm o costume de viajar de avião. O simples fato de efetuar a cobrança de uma taxa na hora de despachar a bagagem pode gerar no consumidor um desconforto. Ainda que o preço seja incluído na compra do bilhete online, o simples fato de pagar a mais vai onerar o preço final do bilhete aéreo para o consumidor e, acredito mesmo que se alguma empresa não optar pela cobrança, acabará sendo beneficiada”, destacou. O dirigente lembra que a crise econômica afeta todos os setores e iniciar esse tipo de cobrança neste momento não é o ideal para que esse tipo de medida entre em vigor.

Fonte: Mercado & Eventos