Manoel Linhares destaca unanimidade em torno da escolha de Vinícius Lummertz para Ministro do Turismo.

Em cerimônia realizada no Palácio do Planalto, ontem, dia 10 de abril, Vinícius Lummertz assumiu o Ministério do Turismo. O executivo deixou a presidência da Embratur, entidade que comandava desde 2015, para substituir Marx Beltrão. O novo ministro é formado em Ciências Políticas em Paris, com pós-graduação nos EUA, e tem defendido com ênfase a necessidade de internacionalização do turismo brasileiro para que o setor aumente sua participação no PIB nacional.

Enquanto esteve à frente da Embratur, Lummertz visitou mais de 15 países, participando de reuniões com representantes dos governos, além de encontros com diversas lideranças internacionais para divulgação das ações da entidade, investindo na troca de experiências e na formação de parcerias entre o setor público e a iniciativa privada. “A cadeia produtiva do turismo é muito dinâmica e é fundamental ouvir constantemente as demandas do setor. Investimos muito na questão da emissão de vistos eletrônicos, na ampliação da conectividade aérea, na modernização da Lei Geral do Turismo, na qualificação profissional, no fortalecimento dos órgãos estaduais de turismo e na transformação da Embratur em serviço social autônomo”, destacou.

Manoel Linhares, presidente da ABIH Nacional, compareceu na cerimônia de posse para abraçar e desejar sucesso ao novo ministro. “A ABIH Nacional sempre endossou o Vinícius Lummertz  para o Ministério do Turismo. Estou muito feliz por ele ser uma indicação de todos do setor, com atuação diferenciada e constante em defesa da indústria do turismo brasileiro. Temos a certeza que o novo ministro fará um grande trabalho”, afirmou durante o evento de posse que reuniu as principais personalidades do meio turístico brasileiro.

Outro ponto destacado por Linhares foi o empenho de Lummertz na questão dos vistos eletrônicos: “A questão dos vistos eletrônicos, por exemplo, teve o máximo empenho do novo ministro para ser implantado. Com isso, o Brasil já esta recebendo 87% mais de americanos que antes”, explicou ele.