SOS Saúde – ABIH Nacional realiza campanhas de ações humanitárias.

Em meio à crise de saúde que passa o país, a ABIH Nacional promoveu nos primeiros meses do ano, duas ações humanitárias com objetivo de apoiar os profissionais do setor de saúde no Amazonas e no Maranhão.

No Amazonas, em parceria com a ABIH-AM e seu presidente Roberto Bubol e o com apoio logístico da secretária da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas – Amazonastur, Roselene Medeiros, foi realizada uma campanha para doação de equipamentos e insumos para ajudar no combate à pandemia de Covid-19 no estado. A ação já arrecadou 5.000 unidades de 300 ml de álcool gel, doados pela Realgems, empresa que fornece produtos para hotelaria; além de 800 máscaras, 400 luvas de proteção, 500 kits completos de EPI´s, que foram oferecidas pela Odontoprev e entregues ao Ministério da Saúde pela VTC Operadora Logística, e 5.000 máscaras, entregues pela ABIH-PE.

Entre as doações também estão 60 oxímetros, 8 reanimadores de silicone, 100 termômetros clínicos digitais, 50 termômetros digitais infravermelhos, 100 tubos endotraqueal com balão, 50 frascos de 250ml de umidificadores , 50 umidificadores para oxigênio, 25 válvulas Red Cil com fluxo e 27 válvulas Red Cil Man com fluxo, doados pelo grupo Marquise. A Fecomercio do Ceará também contribuiu com a ação, enviando 2.000 aventais e 2.000 luvas.

No Maranhão, também em parceria com a ABIH do estado e de seu presidente João Antonio Barros, e com o apoio dos proprietários do Brisamar Hotel e Spa, José Neto Fecury, Luiz Duque Bacelar, Marcelo Bacelar e, seu gerente geral, Álvaro Soares, o Projeto Mude a Curva pode hospedar os profissionais da saúde responsáveis por atender os pacientes durante a campanha do projeto, que tem como objetivo minimizar a fila no sistema público de saúde de pacientes com escoliose a espera por cirurgias de correção de deformidades da coluna vertebral.

Em quatro dias, os profissionais de saúde da BSSG (Brazilian Spine Study Group), em parceria com o Hospital da Universidade Federal do Maranhão e a Medtronic, empresa de tecnologia médica, atendeu 28 crianças, adolescentes e jovens, entre 9 e 24 anos, número que corresponde a quase dois anos de cirurgias e tratamentos dessa complexidade na unidade hospitalar. A  ação não gerou custo nenhum para os pacientes ou para o estado, pois todo trabalho realizado e os insumos utilizados nos procedimentos foram fornecidos pela empresa médica.

“Por causa do momento que estamos vivemos, além de pensarmos nos negócios, temos que atuar socialmente, de forma constante, ajudando aqueles que estão precisando. A hotelaria se espalha por todo o país e tem uma grande capacidade de mobilização e pode ser o aglutinador de várias iniciativas para ajudar a promover a saúde e a qualidade de vida das pessoas, como nessas ações no Amazonas e no Maranhão”, afirmou Manoel Linhares, presidente da ABIH Nacional.

Segue link para acessar matéria em nosso portal:

https://portalnegociosja.com.br/2021/03/ja-covid-19/a-hotelaria-nacional-pede-socorro/